sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

MEUS DEDOS DE ARVORE



Casei com um homem podólatra. Ao menos ele era até se casar comigo. Não teve jeito. Ou ele mudava o gosto ou de esposa.
Minha mãe dizia que ela havia tomado um remédio para enjoo, durante a gravidez, que anos depois veio ser extinguido do mercado por causar problemas de má formação nos fetos. Em outras palavras. Sou uma mutante. Minha irmã me consolava me dizendo que ainda bem que a má formação veio só em meus pés. Eu me sentia um tanto melhor.
Meu pai me chamava carinhosamente de dedo de arvore. Dizia que eles não eram feios. Que eles só montavam um no outro pois eram muito unidos. E isso era legal, pois no mundo de hoje as pessoas brigam e não são unidas e se separam sabe? Eu tenho dedos legais! E isso tudo é muito profundo tá bom?
Há pouco tempo o marido da minha prima disse que meus dedos eram gêmeos xifópagos e isso é legal pois no mundo de hoje as pessoas normalmente diriam: ‘’ Olha lá a meninas do pé dos dedos grudados’’ e ele vem e fala algo assim tão profundo: Gêmeos Xifópagos. Tocou meu coração.
Além de serem um pouco grudados eles têm um certo desvio de personalidade. Ele nasce indo para a direita, volta para a esquerda e quebra a direita novamente. Os dedos devem ir para um só lugar.Esta é a lei. O meu aponta para 3 direções ao mesmo tempo.
Eu tenho uma prima de pés horríveis e me consola ,a mãe dela nunca sequer ter tomado medicamento de mutação na gravidez. Seus pés eram feios naturalmente. Durante anos fui muito feliz por causa disso. Ela nunca conseguiu usar uma havaiana pois a sandália só divide em dois lados. E acreditem: O caso dela é crítico. Dizem que ela casou de meias e nunca mais as tirou.
Certa vez, em casa enquanto andava distraída e serelepe tomando picolé de tamarindo, dei uma topada e quebrei o dedo do pé. Minha mãe corria pela casa em desespero dizendo ‘’ O dedo de arvore não! Se ele entortar para mais um lado minha filha não terá salvação’’.
Ao chegar no hospital o médico examinava calmamente os meus pés.

-Tá observando a miséria alheia não é doutor? O senhor quer por gentileza fazer alguma coisa?? Já me bastam os meus dedos de arvore. Não obrigado não preciso de mais um galho. Oi? O que o senhor disse? Se o senhor pode chamar seus colegas para ver meus dedos? O caso é grave? Vai ter que amputar? O que está acontecendo aqui? Radiografia para estudo? O senhor nunca viu algo assim? Como consegui quebrar o dedo? Estava chupando picolé de tamarindo e é muito azedo, ai fechei o olho e.... Mas o que tem isso a ver?? Como eu consegui fazer meu dedo olhar para três direções? Doutor o senhor está examinando o dedo errado ok??? O dedo quebrado é o do lado. Isso. Sim é de nascença. Uma mutação. Sim doutor se é para o bem da ciência o senhor pode tirar uma foto.

5 comentários:

  1. Que lembrança maravilhosa dos meus afetos. O Dedo de árvore sempre foi uma linguagem só nossa, expressão pra lá de carinhosa para traduzir o "eu te amo" de cada para aquela garota de enormes olhos da cor do céu.

    ResponderExcluir
  2. Que lembrança maravilhosa dos meus afetos. O Dedo de árvore sempre foi uma linguagem só nossa, expressão pra lá de carinhosa para traduzir o "eu te amo" de cada para aquela garota de enormes olhos da cor do céu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Papa? O senhor ta ai papa? Te amo muito pai!!!

      Excluir